O que fazer ao ser dispensado do trabalho

A demissão assim como a contratação é para todos. Isso pode ocorrer mesmo quando não temos culpa.

Se você foi demitido e não sabe o que fazer em seguida, daremos aqui algumas dicas que poderão te ajudar. O importante é se recolocar no mercado de trabalho, aproveitando a oportunidade para se qualificar, buscando sempre a melhor proposta de trabalho. Mas também é preciso ficar atento a alguns direitos trabalhistas após a demissão.

Procure saber com a empresa o motivo da demissão

É muito comum as empresas fazerem demissões com o argumento de que era necessário cortar gastos. Caso isso aconteça com você, não se contente com um argumento desses.

Ainda que a sua demissão ocorra motivada por enxugamento de gastos, existe um motivo para você ter sido selecionado para o corte. Saber a verdade vai ajudar você a não cometer os mesmos erros em empregos futuros.

Se disponibilize para cumprir com o aviso prévio

É fundamental que você se ofereça para trabalhar no decorrer do aviso prévio. Isso possibilita que você treine outra pessoa que irá substituí-lo, além de mostrar que você é um profissional sério e equilibrado.

Deste modo, quem ganha é você porque ficará com uma boa reputação nas indicações que a antiga empresa fará para a próxima empresa.

Conheça e busque seus direitos

É muito importante que você conheça seus direitos para não ser ludibriado por patrão mal-intencionado. Precisará fazer alguns cálculos como aviso prévio indenizado, férias, décimo terceiro, multa sobre FGTS e o cálculo seguro desemprego.

Aliás, se tratando do seguro desemprego, esse benefício só é dado para aqueles que forem demitidos sem justa causa, e para dar entrada você pode fazer isso pela internet ou nos órgãos competentes como o SINE, Caixa Econômica e nas unidades regionais do Ministério do Trabalho.

Você vai precisar fazer o cálculo seguro desemprego para saber quanto receberá.

Se planeje financeiramente

Depois que você for dispensado do trabalho, pode ser que você não consiga outra oportunidade tão rápida. Por esta razão, se planeje financeiramente.

Procure saber o valor que você irá receber com multas rescisórias e analise as suas economias para saber o tempo em que conseguirá viver com determinado valor. Essa análise financeira vai te ajudar a tomar boas decisões, até mesmo sobre possíveis propostas.

De acordo com o valor que possui, você vai saber qual oportunidade negar ou aceitar, e se necessita procurar outros meios para complementar a renda, enquanto não acha outra oportunidade mais sólida.

Procure se qualificar

Agora que você tem o tempo um pouco mais livre, use esse tempo para se qualificar. Procure fazer cursos rápidos ou quem sabe aprender outro idioma. Buscar qualificações significa que você estar se preparando melhor para conseguir boas oportunidades de trabalho.

Você pode fazer isso usando as verbas rescisórias que recebeu. Investir na sua qualificação depois de ser demitido, pode mostrar que você é um profissional que tem interesse em conseguir novas habilidades.

Procure outros empregos

Depois de todos esses passos, agora é hora de procurar um novo emprego. De início, elabore um currículo com todas as informações necessárias. Escreva todas as suas experiências profissionais e qualificações.

Procure por oportunidades de emprego em plataformas digitais, em órgãos públicos e em algumas empresas diretamente. As indicações de parentes e amigos também são muito válidas.

Ao conseguir uma entrevista de emprego explique antes mesmo de lhe perguntarem o porquê você foi demitido, mostrando a ele o que aprendeu com a lição.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *