Já pensou em revender produtos? Veja a dicas!

Um nicho de negócio que está crescendo bastante nos últimos anos é a Revenda de Produtos, em especial de Importados.

A economia brasileira tem passado por períodos difíceis, com poder de compra menor dos brasileiros, o câmbio desfavorece muito os grandes investimentos e as grandes cadeias de lojas sofrem também com custos operacionais altos sem o retorno de vendas.

Por outro lado, criar uma pequena empresa online de Revenda pode ser um excelente segmento:

  • Exige uma estrutura física e de marketing muito menor;
  • Você pode gerenciar o negócio com menos pessoal;
  • Pode atuar sem grandes estoques e em pequenas instalações;
  • Pode montar o seu negócio em home office – sem custo de instalação e baixo custo operacional.

Como podemos ver, é um negócio fadado ao sucesso! Mas como todo empreendimento, tem os seus pontos de atenção. Se você já pensou em revender produtos, veja a dicas.

E sucesso!

1 – Defina claramente a sua linha de produtos. E crie um perfil.

Pode ser relógios ou produtos de beleza. Pode ser roupas femininas de grandes marcas ou smartphones.

Cada um tem os seus fornecedores, giro e políticas de estoque e cuidados de importação diversos. E começar atirando em várias direções pode não ser uma boa opção.

O recomendado é começar com um tipo de artigo. Por exemplo, componentes de computadores. Ou perfumes. E trabalhar intensamente nas estratégias para este nicho prosperar, e aos poucos agregar itens relacionados (produtos de beleza para quem vende perfumes, por exemplo) e ir formando uma massa maior de ofertas e de mercado.

Nada impede que você comece com vários nichos, mas administra-los com tantos desafios novos, pode ser um risco que não é necessário correr.

2 – Conheça profundamente o seu público-alvo

Decidiu revender câmeras fotográficas? Ou bolsas femininas? Então é a hora de definir quem é o público para o seu produto.

O perfil detalhado dos seus produtos vai delimitar este público – se você quer vender roupas femininas de marcas de luxo, é um público com idade, classe social, renda e principalmente tamanho definidos.

Ao fim desta análise, você terá noção se o negócio terá potencial de consumidores que justificará o investimento, o lucro e o retorno desejados. Talvez você redefina o perfil dos produtos e até mesmo quais são. Mas esta é a hora que ainda podemos errar na avaliação.

3 – Invista em uma comunicação online de alta qualidade

Não se assuste, isto não significa altos custos (o velho mito de investir na internet). Mas significa grandes possibilidades de ser visto e fazer negócios.

  • Seu site deve ter um layout atraente ao público-alvo definido. Errar a mão aqui pode explicar as poucas visitas. O site deve ter elementos gráficos, da escolha das cores à forma de navegar e imagens que se comuniquem sem ruídos com o público que vai comprar os seus produtos.
  • Um blog é fundamental para você publicar artigos relacionados e atrair usuários para o seu site.
  • Usar as redes sociais (só as relevantes pro seu negócio) ajudar a levar seus produtos ao maior público potencial de compras.

4 – Vai importar para revender? Qualifique-se!

Importar para revender é um excelente modelo de negócio, mas requer conhecimentos específicos de documentação, termos, custos e legislação. E tudo isso você consegue em cursos de importação com qualidade no mercado.

Você sairá melhor preparado para responder rapidamente aos vários do processo de importar, ganhando em eficiência e vendas. Confira mais informações de compras no exterior em academia do importador.

 

4 ideias para começar um negócio com pouco dinheiro!

Milhares de pessoas, todos os dias, acordam com um sonho em comum: empreender, ter o negócio próprio. São profissionais desempregados – e temos hoje em dia um número recorde, muitos estão insatisfeitos com o rumo das carreiras, desmotivados em ambientes corporativos competitivos e estressantes.

Ou até mesmo satisfeitas, porém se sentirão mais felizes se forem protagonistas no mundo dos negócios. Mas uma dúvida está na cabeça de grande parte delas: como empreender com pouco dinheiro?

Uma boa poupança pode não ser suficiente para abrir aquele restaurante sonhado, mas as oportunidades de negócios andam com uma velocidade espantosa nos dias de hoje e sempre podemos esperar pelo momento de abrir a empresa que queremos.

Por que não empreender em boas ideias e até estar melhor preparado para o grande sonho no futuro?

Vamos falar de 4 ideias para começar um negócio com pouco dinheiro.

Sucesso!

1) Manutenções de Eletrônicos

Este é um setor que cresce muito ao longo dos anos – manutenções de celulares e smartphones, notebooks e tablets. Com a crise econômica, as pessoas buscam os reparos como alternativa. Além disto, os aparelhos de ponta ficam cada dia mais sofisticados e caros, e também mais versáteis em funcionalidades, o que leva muitas pessoas a preferir prolongar a vida útil deles sempre que possível.

Com pouco investimento, você pode começar e ser muito bem-sucedido. É um negócio que podemos iniciar com um território pequeno e até mesmo com uma base de clientes feita no networking.

Os bons serviços, aliados ao bom uso das redes sociais e de um site/blog, vão amplificar seu mercado potencial e atrair mais clientes.

Neste setor é fundamental especializar-se com Cursos de Manutenção, existem muitos ótimos, inclusive online. Ou seja, você pode se qualificar horário mais conveniente e ainda trabalhando, se for o caso.

Outra grande vantagem – e sonho – deste negócio é poder ser conduzido em home office, ele exige pouco espaço, porém deve estar bem equipado, e o ferramental não é um valor elevado.

2) Produtor Digital

O mundo digital abre uma possibilidade sempre maior a cada dia de atividades onde podemos investir pouco dinheiro e obter muito lucro. Dentre elas, podemos destacar:

  • Produtor de Vídeos
  • Desenvolvedor de Sites e Aplicativos
  • Consultor de Marketing Digital
  • Produtor de Conteúdo

Se você trabalhar com Tecnologia de Informação ou Marketing, estas carreiras são muito próximas da sua realidade e o aprendizado e implantação serão muito rápidos e praticamente sem custo.

O investimento principal é na qualificação e neste caso existem opções de muita qualidade a ótimos preços de cursos online. Outro ponto fundamental é o marketing deste negócio: você deverá explorar ao máximo das principais ferramentas de comunicação do ambiente digital: site, blog e redes sociais.

Você poderá um campo fértil de oportunidades no seu networking, mas o grande ganho é na escalabilidade, na capacidade de ampliar a base de clientes e manter o preço. Além do home office, outra grande vantagem destas atividades é poder iniciar mesmo empregado formalmente, você pode usar os horários livres e finais de semana.

 3) Consultorias

Aqui é uma bela oportunidade de iniciar um negócio investindo na sua experiência e qualificação profissional atual! Se você tem experiência sólida em Compras, por exemplo, pode oferecer consultoria em Gestão de Compras ou de Custos e outras áreas corporativas relacionadas.

O importante aqui é focar o seu negócio no seu currículo, explorando ao máximo as suas competências. É como vender-se a um emprego onde você trabalha e ganha sozinho. A sua forma de abordar os assuntos e, principalmente, a sua habilidade em falar a linguagem dos setores das empresas são os pontos mais fortes.

Você pode trabalhar com pequenas e médias empresas em horários alternativos – a maioria são familiares e tem uma flexibilidade maior para isso – e dependendo do assunto, pode agira até remotamente – por exemplo, as consultorias de TI.

4) Traduções

Este é um setor que se expande principalmente pela baixa oferta de profissionais qualificados – e o primeiro ponto desta qualificação é o domínio em idiomas, principalmente o Inglês.

Com a globalização dos mercados e os negócios intensos através do e-commerce e das relações B2B (entre empresas), existe uma demanda por traduções de qualidade que garantam uma segurança com documentos.

Um setor especialmente interessante é o de Escritórios de Advocacia, que precisam de traduções juramentadas o tempo todo. Um ótimo networking herdado e explorar bem um blog e as redes sociais são excelentes pontos de partida para o sucesso neste ramo.

 

Como podemos ver nestes exemplos – e existem muitos outros – é possível começar pequeno, mas é bom ter a ambição em mente: seu negócio vai crescer conforme você investir mais dinheiro nele – em equipamentos, mais qualificação, pessoal. Conheça e aprenda os melhores investimentos!

 

 

5 produtos de beleza e perfumaria que você pode vender online!

Os cuidados com a saúde e com a beleza são cada vez maiores entre mulheres e homens em todo o mundo, e há décadas não falamos mais somente de perfumes, batons e shampoos.

O universo de produtos, principalmente os ligados a tratamentos, torna o setor de Cosméticos e Perfumaria um dos mais fortes e promissores da atualidade.

As características principais dos produtos deste mercado são:

  • Baixo volume e peso, o que amplia as opções de remessas;
  • Alto valor agregado, especialmente os ligados a tratamentos preventivos e corretivos;
  • Uso contínuo e com frequência de compra;
  • Faturamento perene, com grandes volumes em todas as datas comemorativas;
  • Crescimento do uso por parte de homens, com produtos específicos e linhas exclusivas.

Com um potencial de mercado tão abrangente – quem não precisa regularmente de produtos de cuidados com a saúde e beleza? –  e dos mais variados perfis, o e-commerce surge como um fator determinante para o sucesso.

Mas em meio tantas opções com chances de sucesso e lucro, escolhemos 5 produtos de beleza e perfumaria que você pode vender online.

Dicas Para o Sucesso na Venda Online de Produtos de Beleza e Perfumaria

  • Define claramente o público-alvo que você buscará, ele vai definir que produtos e se serão nacionais e/ou importados;
  • Pesquise profundamente a qualidade dos fornecedores quanto a preços, prazos de entrega;
  • Enfatize no seu site, blog e redes sociais que os produtos são originais, este mercado sofre muito com a falsificação;
  • Explore muito as redes sociais para a divulgação do negócio e dos produtos.

1) Produtos de Maquiagem

Se pudéssemos eleger um líder de audiência no setor, são os produtos para maquiagem. As pessoas não compram apenas para estar bonitas, mas para expressar personalidade e estado de espírito.

Os influenciadores digitais também se tornaram um divisor de águas no crescimento do consumo, com tutoriais e promoção de produtos. Também cresce muito o número de pessoas interessadas em cursos de maquiagem, tanto para uso pessoal quanto para oferecer serviços de maquiagem online.

Existe uma diversidade grande de tipos de produtos – incluindo acessórios – e marcas, incluindo ótimas nacionais.

E são itens leves na grande maioria, as compras sempre são de grande volume para aproveitar o valor-base de frete.

2) Perfumes

Se nos Produtos para Maquiagem, o público feminino é predominante, a Perfumaria é um nicho onipresente: mulheres e homens consomem e em grande volume.

Temos grandes marcas nacionais, como Boticário e Natura, com uma grande parcela do mercado. Porém, é um segmento onde os consumidores, principalmente das classes mais altas, apostam nas marcas internacionais.

E são de alto valor, e mesmo com a cotação do dólar desfavorável, é possível vender online e ter preços competitivos com as grandes lojas.

3) Produtos para Cabelos

Este nicho é um dos que mais cresceram e se diversificaram no segmento de Cosméticos e Perfumaria, desde produtos como shampoos e condicionadores cada dia mais específicos até técnicas como pranchas, modeladores e secadores.

Aqui também temos diversas marcas internacionais, porém o conhecimento do produto para venda é essencial para o acerto na qualidade do que vai ser oferecido.

 4) Tratamentos Preventivos

Aqui se concentram os produtos mais complexos e que visam corrigir deficiências, rejuvenescer e prolongar a qualidade de vida do corpo como um todo.

Por este motivo, é talvez o grupo de cosméticos de maior valor e alguns itens são de uso contínuo. Como é um nicho sempre suscetível a novas técnicas, composições dos produtos, é importante pesquisar sempre as novidades e estar pronto para direcionar o negócio para elas.

Temos desde os cremes antirrugas e anti-idade até redutores de medidas, hidratantes, produtos anticelulite e cremes para tratamento de estrias.

Conhecer os tratamentos de maior aceitação, atualizar-se sobre as novas composições dos produtos, são importantes para definir os melhores produtos para venda. Por exemplo, entender mais sobre causas e como tirar estrias nesse artigo.

5) Protetores Solares

A preocupação com a saúde e a prevenção de doenças, como o câncer de pele, é o grande foco deste nicho.

E o público-alvo dele inclui não só adultos como crianças, principalmente. Os produtos estão cada vez mais sofisticados em suas composições, variedade de fatores e muitas marcas internacionais dominam as vendas.

O que abre a possibilidade de venda com a importação deles. No entanto, são itens de vendas ocasionais, alto valor e muito sazonais, então é preciso um conhecimento profundo das tendências e dos preços finais aos clientes de uma venda online.

 

5 nichos promissores para vender produtos importados pela Internet!

Atualmente, o comércio de artigos importados é um mercado altamente promissor, pela grande quantidade de produtos que os brasileiros querem consumir, porém os preços internos para os modelos mais atuais é alto – sempre atrelado à variação do dólar.

Além disto, a variedade de opções que podemos encontrar no exterior – versões mais modernas, mais produtivas ou exclusivas – é grande.

E no meio de tantas possibilidades de vendas, fica a questão: quais os produtos podem ser mais lucrativos a curto prazo? Quais podem gerar um faturamento por longos períodos, fugindo do perigo de ser uma moda?

Vamos falar um pouco de 5 nichos promissores para vender produtos importados pela Internet. Se forem bem trabalhados, podem representar um grande sucesso e ótimos lucros.

Mas antes: você tem afinidade com o produto que vai vender?

Moda é um segmento muito promissor para vender artigos importados. Mas você tem vontade de trabalhar todos os dias comprando, administrando e trabalhando vendas de roupas e calçados?

Sem a resposta é não, vamos para o próximo nicho. É fundamental que você goste muito ou tenha alguma afinidade – que possa fazer você gostar – ou experiência anterior de venda que você queira aproveitar.

Mais frustrante que sairmos de um emprego que não estimula, é passarmos os dias defendendo um produto que não nos motiva. Sem contar que todos, gostando ou não, todos exigem horas diárias de trabalho e estudo e acompanhar notícias e eventos relacionados.

Nichos com potencial de venda de importados: 1 – Produtos de Beleza

Sem dúvida, um dos nichos mais promissores. Aqui podemos considerar os perfumes, cosméticos e artigos de maquiagem. O Brasil é um dos maiores países consumidores de produtos de estética, as mulheres buscam cada vez mais pelo cuidado com a aparência e a saúde e os homens também já são um mercado com muito potencial.

E além de serem produtos de uso básico e perene, o público-alvo está sempre à busca de novidades e a maioria ainda prefere os artigos importados, pelo preço e pela qualidade. Além disso, são itens de pequeno volume, que podem ser comprados em pacotes e com isso ganhar em preços especiais e no custo do frete.

Um público-alvo forte neste nicho são os salões de beleza e clinicas de estética. Por este motivo, é importante investir no marketing digital com estas empresas.

Nichos com potencial de venda de importados: 2 – Artigos Eletrônicos

Vivemos um mundo hiperconectado por smartphones, notebooks, computadores gamers para jogos online, televisões inteligentes. As câmeras fotográficas são de última geração e ao mesmo tempo o mercado de equipamentos retrô é forte.

Toda esta presença é uma realidade e com uma grande possibilidade de crescimento constante pelos novos produtos lançados e o aumento do público de usuários.

Os eletrônicos tem uma quantidade de fornecedores muito grande ao redor do mundo, tanto em grandes redes quanto em lojas menores que são referenciais em seus países. Portanto, é possível estabelecer um fornecimento com empresas de confiança.

Os valores de venda são variáveis e com margens sempre muito boas.

Uma dica valiosa neste setor é sempre ter opções para fornecer equipamentos relacionados aos itens principais: multifuncionais, scanners, dispositivos de armazenamento, cartões de memória, acessórios de fotografia. Assim você cativa ainda mais o cliente deste segmento, que quer comodidade.

Nichos com potencial de venda de importados: 3 – Colecionismo e Memorabilia

É uma grande surpresa, mas é um nicho com muito potencial, um público-alvo abrangente e itens na maioria de alto valor com margens muito boas.

Neste segmento é fundamental pesquisar o tempo todo sobre os itens que mais agradam os brasileiros, que tipos de coleções estão em alta, que objetos podem estar na onda do colecionismo – álbuns e camisas em época de Copa, itens raros de artistas, aparelhos antigos que sirvam para decoração.

Aqui também podemos incluir as Antiguidades. É um nicho que requer um feeling muito forte sobre o que pode fazer sucesso em determinado momento, e ter um cadastro de clientes sempre atualizado para fazer um e-mail marketing personalizado – os clientes valorizam muito a exclusividade do item e a atenção do vendedor.

Nichos com potencial de venda de importados: 4 – Moda de Marca

Este nicho tem um aumento crescente e constante entre os consumidores brasileiros. Muitas lojas físicas não possuem tantos itens em estoque e nas vitrines, enquanto isso é possível encontrar os modelos de revistas em inúmeras lojas de confiança no exterior.

Aqui devemos ter muito cuidado com os detalhes dos produtos na hora das encomendas dos clientes, para não perder vendas e criar um estoque indesejado. Além disto, a qualidade das imagens é fundamental para dar segurança aos clientes e ajudar no acerto da compra.

Nichos com potencial de venda de importados: 5 – Calçados e Acessórios Femininos

É um forte segmento, principalmente pela grande variedade de modelos, estilos e materiais e com um público exigente e fiel, quando conquistado.

Além disto, são itens que encontram mercados como a China como grandes fornecedores. Também devemos ter os mesmos cuidados com os pedidos dos clientes e com as imagens dos produtos no site ou blog.

Pesquisar muito sobre as novidades e tendências é fundamental para o sucesso das compras e vendas.

E vale a pena formar estoques de artigos importados?

Esta pergunta não terá uma resposta definitiva, pois dependerá do quanto vale a pena ter um estoque de pronta entrega, além da possibilidade de comprar a partir de encomendas.

Podemos dizer, por exemplo, que Produtos de Beleza requerem um estoque físico, por serem itens de consumo constante, se você quer substituir as grandes lojas de cosméticos como fornecedor de artigos importados a ótimos preços – e vender a comodidade a estes clientes.

Para Eletrônicos, o grande risco é o investimento – muitas vezes de itens taxados por impostos – e que podem se tornar obsoletos rapidamente – como os smartphones por exemplo. O preço de compra é crucial, para que você tenha espaço para fazer promoções, se for preciso.

Uma alternativa bastante atual para não formar estoque é o dropshipping – entrega direto do seu fornecedor para o cliente. Isto reduz o custo de frete e pode melhorar o prazo de entrega. Ele deve ser pensado em cada nicho, principalmente em itens de consumo frequente.

Escolhi meu nicho para vender artigos importados. Como posso conhecer este modelo de negócio?

Aqui a dica é simples: com muita informação e com alta qualificação.

É um setor com muitos detalhes, leis e processos específicos. Para conhecer tudo sobre ele e se preparar para ser bem sucedido em importar esses e outros produtos, veja esse curso academia do importador.